Da anormalidade na saúde para a anormalidade na educação

Palavras-chave: anormalidade, saúde, educação

Resumo

Este texto tem como temática a relação entre políticas públicas e Psicologia da Saúde a partir da articulação entre formas de governo da população e modos de condução de condutas. Para tanto, problematiza o deslocamento de enunciados de normalidade e anormalidade do campo da saúde para o campo da educação, como estratégia para compreender uma ontologia do presente. O texto apoia-se em autores da Psicologia Social, mais especificamente do pós-estruturalismo, que são ferramentas conceituais para pensar em Psicologia da Saúde. A Psicologia da Saúde aqui é um plano forjado por distintas articulações teórico-conceituais que se ocupam de problematizar a saúde. Desse modo, torna-se uma superfície mediante a qual é possível considerar não o que é a saúde, mas os efeitos daquilo que produz, quando articulada a outros campos, como as políticas públicas e mais especificamente a Educação.

 

Biografia do Autor

Cláudia Regina da Silva Dourado, Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)

Professora na Secretaria de Estado e Educação e Esporte do Acre.

Doutora em Psicologia na Universaidade Católica Dom Bosco (UCDB). 

Mestre em Educação Escolar e Pedagoga.

Anita Guazzeli Bernardes, Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)
Possui graduação em Psicologia pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1996), mestrado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2002) e doutorado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2006). Atualmente é professora e pesquisadora do Mestrado e Doutorado em Psicologia da Saúde da Universidade Católica Dom Bosco. 

Referências

Bert, Jean-François. (2013). Pensar com Michel Foucault. São Paulo: Parábola, 2013.

Brasil. Constituição da República Federativa do Brasil, 1988. (2012). Brasília: Biblioteca Digital da Câmara dos Deputados, 446p.

Brasil. Lei n. 5692, de 11 de agosto de 1971. (1971). Fixa Diretrizes e Bases para o ensino de 1º e 2º graus e dá outras providências. Disponível em http://www.camara.gov.br/sileg/integras/136683.pdf

Brasil. Lei n. 9394, de 20 de dezembro de 1996. (1996). Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: MEC. 31p. Disponível em http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/ldb.pdf

Brasil. (2001a). Ministério da Educação. Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN): Introdução aos parâmetros curriculares nacionais. (3a ed.). Brasília: Secretaria da Educação Fundamental.

Brasil. (2001b). Ministério da Educação. Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionias (PCN): Língua Portuguesa. (3a ed.). Brasília: Secretaria da Educação Fundamental.

Brasil. (1993). Plano Decenal de Educação para todos. Brasília: MEC. 120p. Disponível em http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/pne.pdf

Cruz, L., Hillesheim, B., & Guareschi, N. (2005). Infância e Políticas Públicas: Um Olhar sobre as Práticas Psi. Psicologia & Sociedade, 17(3), 42-49. doi:10.1590/S0102-71822005000300006.

Deleuze, G., & Parnet, C. (1998). Diálogos. São Paulo: Escuta.

Deleuze, G., & Guatarri, F. (2012). Mil Platôs: Capitalismo e esquizofrenia 2 (vol. 3). São Paulo: Editora 34.

Heringer, C., & Nunes, M. (2015, 22 de maio). Menor suspeito de morte na Lagoa deixou a escola aos 14 anos, só viu o pai duas vezes e era negligenciado pela mãe. Jornal Extra. Disponível em http://extra.globo.com/casos-de-policia/menor-suspeito-de-morte-na-lagoa-deixou-escola-aos-14-anos-so-viu-pai-duas-vezes-era-negligenciado-pela-mae-16230681.html.

FOUCAULT, M. (2005). Em defesa da sociedade: Curso no Collège de France (1975-1976). São Paulo: Martins Fontes.

FOUCAULT, M. (2010). Os anormais: Curso no College de France (1974-1975). São Paulo: Martins Fontes.

FOUCAULT, M. (2008). Segurança, território e população: Curso dado no College de France (1977-1978). São Paulo: Martins Fontes.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. (2009). Declaração Universal dos Direitos Humanos, 1948. Rio de Janeiro: UNIC/Rio. 10p. Disponível em http://www.dudh.org.br/wp-content/uploads/2014/12/dudh.pdf

RECEITA FEDERAL. Ministério da Fazenda. Distribuição de bens e direitos: 2006 e 2012. (2012). Brasília: PNAD. Disponível em: http://idg.receita.fazenda.gov.br./dados/receitadata/estudos-e-tributarios-e-aduaneiros/trabaalhos-academicos/trabalhos-academicos-pagina.

Publicado
2018-10-15
Como Citar
Dourado, C. R. da S., & Bernardes, A. G. (2018). Da anormalidade na saúde para a anormalidade na educação. Revista Psicologia E Saúde, 10(3), 3-15. https://doi.org/10.20435/pssa.v10i3.636
Seção
Artigos