Impactos da Pandemia de Covid-19 sobre Profissionais de Gestão de Pessoas

Palavras-chave: covid-19, gestão de pessoas, saúde do trabalhador

Resumo

Este estudo objetivou compreender como a pandemia de covid-19 impactou as relações de trabalho e os profissionais da área de gestão de pessoas, no tocante às medidas de contenção ao contágio. A pesquisa cumpriu um protocolo de triangulação metodológica, utilizando instrumentos de coleta de dados e técnicas de análise próprios da pesquisa quantiqualitativa:  análise de conteúdo e estatística descritiva. Participaram da pesquisa 60 profissionais de diferentes cidades brasileiras, sendo que 60% deles são psicólogos organizacionais e do trabalho. No tocante aos impactos psicológicos e físicos relatados, destacam-se: episódios de ansiedade; irritabilidade; mal-estar físico; pressão para manutenção ou aumento do desempenho; medo de perder o emprego; dificuldade em manter o equilíbrio na relação trabalho-família. Tal quadro coloca em alerta as organizações, que deverão ser impactadas pela situação de saúde física e mental dos seus profissionais, com prováveis quedas de desempenho e aumento nos índices de absenteísmos e rotatividade.

Biografia do Autor

Isabella Fernanda Rodrigues Felipe , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), Faculdade de Ciências, Departamento de Psicologia, campus de Bauru, SP. Graduanda em Psicologia. 

Vinícius Ramalho Medeiros , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), Faculdade de Ciências, Departamento de Psicologia, campus de Bauru, SP. Graduando em Psicologia.

Mário Lázaro Camargo, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

Psicólogo, doutor em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP) e mestre em Psicologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Atualmente é professor assistente doutor no Curso de Psicologia da UNESP no campus de Bauru. Atua na área de Psicologia Organizacional e do Trabalho, ministrando aulas e supervisionando estágio profissionalizante.

Edward Goulart Júnior, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), Faculdade de Ciências, Departamento de Psicologia, campus de Bauru, SP. Doutor em Psicologia.

Referências

Aderaldo, I. L., Aderaldo, C. V. L., & Lima, A. C. (2017). Aspectos críticos do teletrabalho em uma companhia multinacional. Cadernos EBAPE.BR, 15(esp.), 511-533. doi:http://dx.doi.org/10.1590/1679-395160287

Almeida, I. M. (2020). Proteção da saúde dos trabalhadores da saúde em tempos de covid-19 e respostas à pandemia. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, 45(e17). doi:https://dx.doi.org/10.1590/scielopreprints.140

Azevedo, C. E. F., Oliveira, L. G. L., Gonzalez, R. K., & Abdalla, M. M. (2013). A estratégia de triangulação: objetivos, possibilidades, limitações e proximidades com o pragmatismo. VI Encontro de Ensino e Pesquisa em Administração e Contabilidade, Brasília-DF. Recuperado de http://www.anpad.org.br/admin/pdf/EnEPQ5.pdf

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70.

Brasil. Ministério da Saúde. (2020a). Secretaria de Vigilância em Saúde. Sobre a doença. Retirado de https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca#interna

Brasil. Ministério da Saúde. (2020b). Secretaria de Vigilância em Saúde. Painel coronavírus. Retirado de https://covid.saude.gov.br/

Brasil. (2020c). Medida Provisória 936 (1º de abril). Institui o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda. Brasília, DF. Recuperado de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/mpv/mpv936.htm

Brooks, S. K., Webster, R. K., Smith, L. E., Woodland, L., Wessely, S., Greenberg, N., & Rubin, G. J. (2020). The psychological impact of quarantine and how to reduce it: Rapid review of the evidence. The Lancet, 395(10227), 912-920. doi:https://doi.org/10.1016/S0140-6736(20)30460-8

Carvalho, P. M. M., Moreira, M. M., Oliveira, M. N. A., Landim, J. M. M., & Rolim, M. L., Neto (2020). The psychiatric impact of the novel coronavirus outbreak. Psychiatry Research, 286(112902), 1-2. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.psychres.2020.112902

Castro, B. L. G., Oliveira, J. B. B., Morais, L. Q., & Gai, M. J. P. (2020). Covid-19 e organizações: Estratégias de enfrentamento para redução de impactos. Revista Psicologia Organizações e Trabalho, 20(3), 1059-1063. https://dx.doi.org/10.17652/rpot/2020.3.20821

Costa, I. S. A. (2007). Teletrabalho: subjugação e construção de subjetividades. Revista de Administração Pública, 41(1), 105-124. doi:https://doi.org/10.1590/S0034-76122007000100007

Costa, I. S. A. (2013). Controle em novas formas de trabalho: Teletrabalhadores e o discurso do empreendedorismo de si. Cadernos EBAPE.BR, 11(30), 462-474. Retirado de http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/viewFile/11655/10602

Cullen, W., Gulati, G., & Kelly, B. D. (2020). Mental health in the covid-19 pandemic. QJM: An International Journal of Medicine, 113(5), 311-312. doi:https://doi.org/10.1093/qjmed/hcaa110

Dong, M., & Zheng, J. (2020). Letter to the editor: Headline stress disorder caused by Netnews during the outbreak of covid-19. Health Expect, 23(2), 259-260. doi:https://doi.org/10.1111/hex.13055

Estrada, M. R., & Koutronas, E. (2020). The Application of the 2019-nCoV Global Economic Impact Simulator (the 2019-nCoV-GEI-Simulator) in China. SSRN Eletronic Journal. doi:http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.3542817

Faro, A., Bahiano, M. A., Nakano, T. C., Reis, C., Silva, B. F. P., & Vitti, L. S. (2020). Covid-19 e saúde mental: A emergência do cuidado. Estudos de Psicologia (Campinas), 37(e200074). doi:https://doi.org/10.1590/1982-0275202037e200074

Ferreira Jr., R. R., & Santa Rita, L. P. (2020). Impactos da covid-19 na economia: Limites, desafios e políticas. Cadernos de Prospecção, 13(2), 459-476. doi:http://dx.doi.org/10.9771/cp.v13i2.COVID-19.36183

Filardi, F., Castro, R. M. P., & Zanini, M. T. F. (2020). Vantagens e desvantagens do teletrabalho na administração pública: Análise das experiências do Serpro e da Receita Federal. Cadernos EBAPE.BR, 18(1), 28-46. doi: https://doi.org/10.1590/1679-395174605

Fontanella, B. J. B., Ricas, J., & Turato, E. R. (2008). Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: Contribuições teóricas. Cadernos de Saúde Pública, 24(1), 17-27. doi:https://doi.org/10.1590/S0102-311X2008000100003

Gama Neto, R. B. (2020). Impactos da covid-19 sobre a economia mundial. Boletim da Conjuntura (BOCA), 2(5), 113-127. doi: http://doi.org/10.5281/zenodo.3786698

Grisci, C. L. I., & Cardoso, J. (2014). Experimentação do tempo e estilo de vida em contexto de trabalho imaterial. Cadernos EBAPE.BR, 12(4), 851-865. doi:https://doi.org/10.1590/1679-395114752

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2020). Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal (PNAD Contínua): Maio/2020. Retirado de https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/trabalho/9171-pesquisa-nacional-por-amostra-de-domicilios-continua-mensal.html?=&t=destaques

Manandhar, S., Nakami, P., & Baniya, N. (2020). A Novel Coronavirus Emerging in World - Key Questions for Developing Countries and Under Developed Countries. North American Academic Research, 3(2), 473-497. doi: https://doi.org/10.5281/zenodo.3690311

Marinho, P. R. R., & Camargo, M. L. (2017). O atual cenário da relação trabalhador-organização-trabalho e os riscos à saúde do trabalhador. Revista Laborativa, 6(2), 115-125. Retirado de https://ojs.unesp.br/index.php/rlaborativa/article/view/1837/pdf

Marques, E. S., Moraes, C. L., Hasselmann, M. H., Deslandes, S. F., & Reichenheim, M. E. (2020). A violência contra mulheres, crianças e adolescentes em tempos de pandemia pela covid-19: Panorama, motivações e formas de enfrentamento. Cadernos de Saúde Pública. 36(4), e00074420. doi:https://doi.org/10.1590/0102-311X00074420

Martins, L. B., Aguiar, C. V. N., & Bastos, A. V. B. (2020). Covid-19: Seus Impactos nas Relações Trabalho-Família. In Queiroga, F. (Org.), Orientações para o home office durante a pandemia da COVID-19 (pp. 49-58) (Coleção O trabalho e as medidas de contenção da covid-19: Contribuições da Psicologia Organizacional e do Trabalho, v. 1). Porto Alegre: Artmed.

Organização Internacional do Trabalho. (2020). Como a covid-19 afetará o mundo do trabalho? Retirado de https://www.ilo.org/brasilia/noticias/WCMS_740753/lang--pt/index.htm

Organização Mundial da Saúde. (2020a). Coronavirus disease (covid-19) Pandemic. Retirado de https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019

Organização Mundial da Saúde. (2020b). Getting your workplace ready for covid-19. Retirado de https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/getting-workplace-ready-for-covid-19.pdf?ua=1

Pinheiro, V. (2020). América Latina e o emprego nos tempos de pandemia. OIT Brasília. Retirado de https://www.ilo.org/brasilia/noticias/WCMS_740030/lang--pt/index.htm

Porsse, A. A., Souza, K. B., Carvalho, T. S., & Vale, V. A. (2020). Nota Técnica NEDUR-UFPR 01-2020: Impactos Econômicos da covid-19 no Brasil. Curitiba: NEDUR. Retirado de http://www.nedur.ufpr.br/portal/wp-content/uploads/2020/04/nota-tecnica-nedur-ufpr-01-2020-impactos-economicos-da-covid-19-no-brasil.pdf

Queiroga, F. (Org.). (2020). Orientações para o home office durante a pandemia da covid-19 (Coleção O trabalho e as medidas de contenção da covid-19: Contribuições da Psicologia Organizacional e do Trabalho, vol. 1). Porto Alegre: Artmed. Retirado de https://www.sbpot.org.br/publicacoes/livros/volume-1-orientacoes-para-o-home-office-durante-a-pandemia-da-covid-19/

Rocha, C. T. M., & Amador, F. S. (2018). O teletrabalho: Conceituação e questões para análise. Cadernos EBAPE.BR, 16(1), 152-162. doi:https://doi.org/10.1590/1679-395154516

Schmidt, B., Crepaldi, M. A., Bolze, S. D. A., Neiva-Silva, L., & Demenech, L. M. (2020). Saúde mental e intervenções psicológicas diante da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Estudos de Psicologia (Campinas), 37, e200063. doi:https://doi.org/10.1590/1982-0275202037e200063

Secretaria de Inspeção do Trabalho. (2020). Orientações gerais aos trabalhadores e empregadores em razão da pandemia da covid-19. Escola Nacional da Inspeção do Trabalho. Retirado de https://enit.trabalho.gov.br/portal/index.php/covid-19-coronavirus

Senhoras, E. M. (2020). Novo coronavírus e seus impactos econômicos no mundo. Boletim da Conjuntura (BOCA), 1(2), 39-42. doi: http://doi.org/10.5281/zenodo.3761708

Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Televendas [SOBRATT]. (2016). Aprovada resolução que regulamenta o teletrabalho no Poder Judiciário. http://www.sobratt.org.br/index.php/14062016-aprovada-resolucao-que-regulamenta-o-teletrabalho-no-poder-judiciario/

Vendramini, C. M. M. (2016). Estatística e delineamento de pesquisa. In M. N. Baptista, & D. C. CAMPOS. Metodologias de pesquisa em ciências: Análises quantitativa e qualitativa (pp. 208-228). São Paulo: LTC.

Vieira, P. R., Garcia, L. P., & Maciel, E. L. N. (2020). Isolamento social e o aumento da violência doméstica: O que isso nos revela? Revista Brasileira de Epidemiologia, 23, e200033. doi:https://doi.org/10.1590/1980-549720200033

Weide, J. N., Vicentini, E. C. C., Araujo, M. F., Machado, W. L., & Enumo, S. R. F. (2020). Cartilha para enfrentamento do estresse em tempos de pandemia. Porto Alegre: PUCRS/Campinas: PUC-Campinas. Retirado de https://www.puc-campinas.edu.br/wp-content/uploads/2020/04/cartilha-enfrentamento-do-estresse.pdf.pdf

Zanelli, J. C., Bastos, A. V. B., & Rodrigues, A. C. A. (2014). Campo profissional do psicólogo em organizações de trabalho. In Zanelli, J. C., Bastos, A. V. B., & Borges-Andrade, J. E. (Orgs.), Psicologia, Organizações e Trabalho no Brasil (pp. 549-582). Porto Alegre: Artmed.

Publicado
2021-09-28
Como Citar
Felipe , I. F. R., Medeiros , V. R., Camargo, M. L., & Júnior, E. G. (2021). Impactos da Pandemia de Covid-19 sobre Profissionais de Gestão de Pessoas. Revista Psicologia E Saúde, 13(2), 211-225. https://doi.org/10.20435/pssa.v13i2.1558
Seção
Dossiê: Covid-19